Lauterbrunnen

A inacreditável queda d’água, o estreito vale rodeado de montanhas, as casas com gramados repletos de flores amarelas, a cidadezinha praticamente deserta numa quente tarde de maio. Era como estar suspenso em um sonho; talvez numa outra dimensão. Algum tempo depois leio a seguinte frase de Borges sobre Lauterbrunnen: “Há tantas coisas na múltipla Suíça … Continue lendo