Tiradentes

O conjunto arquitetônico do centro histórico de Tiradentes é muito envolvente. As casas de linhas simples em harmonia com o traçado irregular de ruas e becos. O amplo espaço do Largo das Forras com suas enormes árvore de onde partem os caminhos de lindas pedras tão românticas quanto misteriosas. Tudo isso coroado pelo esplendor da Igreja Matriz de Santo Antônio, marco de antigos poderes terrenos e celestiais. E do adro da matriz a melhor vista do coroamento supremo da cidade, a Serra de São José, imponente maciço negro e verde que protege a cidade e a mantém envolta em brumas de encantamento. Numa manhã amena em que a serra parecia turva pela fumaça expelida pelas chaminés dos almoços próximos tive a impressão de que seria bom morar em Tiradentes.

É curioso pensar que o charme do lugar – originado de anos de isolamento e consequente preservação de seu estilo, responsável pelo sucesso turístico dos últimos tempos – torna Tiradentes uma cidade para forasteiros, um cenário idílico para viajantes, empreendedores, exploradores e aventureiros. Todos dispostos a pagar por um custo caro, muito caro. Aí a pergunta que sempre me faço quando vou até lá, seus habitantes naturais colhem benefícios do dinheiro que circula? Será que uma casinha com duas janelas para a rua, muito bem localizada no centro histórico, oferecida ao custo de dois milhões e duzentos mil reais, reflete de alguma forma no desenvolvimento social do município?

Antônio Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: