Uma igreja fechada

Em Payerne, pequena cidade suíça, queria muito conhecer a igreja abacial, parte de um mosteiro beneditino do qual não há mais que alguns vestígios. A igreja, no entanto, permanece inteira e com frequência é citada nos livros que tratam do românico, estilo medieval que tanto me fascina. Após um dia de passeios pela região de Fribourg, combinamos terminar a tarde em Payerne para visitarmos o templo. Como já escrevi antes, a primavera suíça é uma festa. Muitas atrações nas ruas, num dia ensolarado, foram nos envolvendo pelos lugares que visitávamos e, ao final do dia, quando enfim chegamos à cidade, a igreja já estava fechada. Igreja fechada aos viajantes lembra-me sempre José Saramago e sua Viagem a Portugal. Esta fechava às seis horas, lemos no guia um tanto atrasados. Não nos restou muito mais que contornar o edifício e admirar sua arquitetura externa; um triste consolo ante a minha decepção. Em seu adro um deslocado restaurante asiático nos acolheu e em suas mesas descansamos um pouco antes de voltarmos à estrada. Ficou a imagem de um portão e de um vaso de flores. Que um retorno aconteça breve.

Antônio Paulo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: